Gang do Pat » O que É da Sua Manga Hoje?

Bom dia minhas amigas, sou a sua fisioterapeuta e especialista em “inchaço”.   Hoje explicarei basicamente o que é realmente o “Linfedema”.  Para algumas é uma palavra muito intimidante, mas a palavra linfedema significa simplesmente: inchaço dos vasos linfáticos!  O Linfedema é muitas vezes o inchaço do braço e do quadrante (parte superior do tórax e das costas) onde a cirurgia foi realizada, e onde os linfonodos foram removidos num esforço visando a impedir as células cancerosas de se espalharem.   Quanto maior o número de linfonodos retirados durante a cirurgia do câncer da mama, maior a chance de desenvolver um linfedema, devido ao acúmulo de líquido linfático por este não ter nenhum lugar onde se localizar.

 

O Linfedema ocorre em mais de 8% das mulheres após a sua cirurgia, e esse número aumenta de 35% em mulheres que têm um tratamento de radiação após a cirurgia.  O Linfedema na maioria dos casos acontece logo após a cirurgia, mas pode mesmo aparecer até 30 anos mais tarde.  Isto, obviamente, é diferente para todos.   É por isso que é importante conhecer as indicações, os cuidados e as precauções relevantes ao Linfedema, para compreender em que nível de risco se encontra.

 

Uma boa compreensão do que você pode fazer para evitar o Linfedema ou controlá-lo é tudo o que você realmente precisa.   Não permita que ele a controle!  Você o controla!  Como para tudo, educar-se é a chave de tudo.

 

O factor mais importante para proteger-se do linfedema é reconhecê-lo cedo.  Como? Se acabou de ter a cirurgia, pergunte ao seu médico quantos linfonodos foram removidos.  Isso a ajudará a determinar se o seu risco é baixo, médio ou alto.   Lembre-se que isso significa apenas que precisa de ter mais consciência acerca disso mas ainda não se deve alarmar na medida em que você assumirá o controlo!

 

Todos nós temos uma média de 25 a 30 linfonodos axilares em cada axila (por baixo do braço), e assim quanto maior o número de linfodos removidos, mais consciência deverá ter em relaçao às precauções que terá de tomar.  Se a radiação é parte do seu tratamento, a intensidade e as áreas irradiadas também serão um factor determinante.

 

Pergunte ao seu médico se corre os risco de ter um linfedema, ele/ela deveria ser capaz de responder às suas questões/preocupações e encaminhá-la para um terapeuta de Linfedema, conforme necessário.

 

Mas não dependa apenas do seu médico. Sela proativa! A seguir, algumas sugestões. Nas primeiras quatro semanas após a cirurgia, dirija-se a um fisioterapeuta, especificamente certificado em linfedema para que possa orientá-la na direcção correcta para a realização de várias actividades e exercícios de movimento que a ajudarão a manter-se em movimento e ser forte.  Habitue-se também em comparar os seus braços.  Após a cirurgia, é normal que o lado afectado seja inchado sobre o quadrante, ocasionalmente, o braço ficará assim até que comece a movê-lo e recuperar a sua amplitude de movimento e força, como mencionado. Agora, se o inchaço  do braço ou do quadrante não diminui dentro de um mês, consulte o seu médico ou terapeuta.

 

Aqui estão alguns sintomas que pode procurar:

  • Inchaços dos dedos e do braço
  • Feridas na pele
  • Não lhe é fácil usar roupas equipadas
  • Sente o seu braço apertado (completamente)
  • Não lhe é fácil mover as suas articulações afectadas
  • O seu ombro está dolorido devido ao seu braço ter aumentado de peso
  • O seus anéis antigos, pulseiras, relógios estão apertados

 

Para além disso, siga as precauções seguintes: Não efectuar trabalhos pesados até que o inchaço é resolvido/abordado, e consulte o seu fisioterapeuta especialista em Linfedema para saber se pode começar a exercitar-se com pesos ou não?   Isso dependerá de novo do seu nível de risco.  Existem outras precauções, mas que não se aplicam a todos, e assim um programa individualizado é recomendado.   No entanto,  citarei algumas para quem já sabe ou suspeita ter os sinais e sintomas do linfedema.

 

Estas precauções aplicam-se APENAS ao braço/área superior do tronco do lado da cirurgia:

 

  • Nenhum trabalho pesado até que controle o inchaço (lembre-se de falar com o seu fisioterapeuta)
  • Não retirar sangue deste braço
  • Nenhum controlo de pressão arterial neste braço
  • Evitar cortes e picadas de insectos (Caso tiver um corte ou uma picada, use um creme anti-bacteriano, tal como o Neosporin e mantenha em observação.  Se não curar ou parecer pior, vá ao seu médico para acompanhamento pois uma prescrição de antibióticos  pode ser necessária.)
  • Use um barbeador eléctrico para axilas.  NÃO USAR NAVALHA!
  • Nenhum corte de cutículas por manicures
  • Use a sua roupa de compressão (manga) durante o exercício e/ou ao viaja em avião
  • Manter o seu peso corporal ideal
  • Exercício (pergunte ao seu fisioterapeuta que a oriente num programa que lhe seja adequado)
  • Não use nada com mangas apertadas, punhos ou jóias apertadas
  • Mova-se:  Não se sinta num só lugar por mais de 20 minutos
  • Tanto quanto possível, mantenha o seu braço posicionado acima do seu coração
  • Carregue a sua bolsa no ombro oposto
  • Não use uma almofada de aquecimento no braço afectado

 

Convido a todas a informar-se, quanto mais compreenderá, menos intimidante TUDO lhe parecerá.   Ajudarei-vos a estar serena, sabendo que está a fazer as coisas correctamente.   Lembre-se disto: o “Linfedema” é apenas uma condição.  Você pode o controlar, não permita que ele a controle! 

 Se precisar de mais informações sobre o Linfedema, entre em contato conosco no Linfedema Foundation of South Florida pelo 305.740.7292 ou visite o nosso website em: http://lymphedemafoundationsf.org

 

Saúde


Gang do Pat » O que É da Sua Manga Hoje?
Translate »