Actualmente temos tudo feito, temos todas as comodidades com que os nossos avós nem sonhavam!

Mas apesar dos telemóveis, entregas na manhã seguinte, Via Verde, microondas, SMS e companhia, parece que as mais recentes tecnologias para nos poupar tempo servem para pouco mais do que aumentar as expectativas e ocuparem-nos ainda mais do que antes de termos todas estas “conveniências” modernas.

A forma como preenchemos o tempo com as nossas prioridades pode ser uma grande fonte de stress. A forma como utiliza o mais precioso dos recursos revela muito sobre o seu objectivo e o que valoriza.

Muitos de nós trabalham 60 ou 70 horas por semana na esperança de melhorar a vida das nossas famílias. Mas as nossas famílias quase não nos vêem.

Será que consideramos o trabalho mais gratificante e satisfatório do que as nossas famílias? Acontece que o sucesso, a realização e o sentido de paz não são destinos. Pode atingi-los de forma instantânea reduzindo o ritmo e contando as suas bênçãos. Abrace uma atitude de gratidão. Verifique as suas prioridades.

O stress é algo que impomos a nós próprios com o que pensamos que é importante. E embora a quiroprática nos possa ajudar a lidar melhor com o stress, reduzir o ritmo e garantir que investimos o nosso tempo no que realmente importa é uma melhor estratégia.

Semente ou Solo?

Imagine a liberdade de aprender que todos os efeitos têm uma causa!

Aceitamos esta ideia como garantida, mas nem sempre foi assim. No passado, muitos acreditavam que a doença era um castigo dos “deuses” ou pura e simplesmente falta de sorte. É difícil manter-se saudável se não souber o que prejudica a sua saúde.

Vemos a doença e a falta de saúde de uma perspectiva ligeiramente diferente. Os germes são muito parecidos com as sementes da relva. Têm o potencial de germinar e tornar-se num saudável relvado verde, mas apenas se as circunstâncias forem as necessárias. Se já tentou criar um relvado a partir do nada, sabe que isso exige algum esforço.

Enquanto as sementes da relva necessitam das condições de temperatura, humidade, luz solar e solo correctas, tudo o que os germes precisam é de uma redução da resistência devido ao stress. De facto, da próxima vez que apanhar uma constipação, faça um inventário dos stresses físicos, químicos ou emocionais que enfrentou nos dias imediatamente anteriores à constipação.

Quando a sua capacidade de adaptação é reduzida, mesmo o mais ligeiro stress pode esgotar as suas reservas, criando o ambiente perfeito para um conjunto de doenças, queixas e dores.

Uma das melhores formas de desfrutar de uma boa saúde é fazer checkups quiropráticos regulares, garantindo a maximização da sua capacidade de adaptação ao stress.

Gosta de Quebrar as Regras?

Acontece que a qualidade da nossa saúde é o resultado de um conjunto de regras muito simples. Respeite as regras e terá as melhores hipóteses de gozar de uma óptima saúde.

Quebre as regras e pagará por isso. Nem sempre no imediato, mas um dia. Eis dez das mais óbvias regras:

1. Respire. Se deixar de respirar, respirar de forma superficial ou inalar poluentes, pagará o preço.

2. Ingira alimentos nutritivos. A comida de qualidade é necessária para alimentar, fazer crescer e reparar o seu corpo.

3. Expulse o desperdício. Se expulsar os desperdícios demasiado depressa ou demasiado devagar, sofrerá com isso.

4. Hidrate-se. Beba o suficiente para nunca ter sede.

5. Mova-se. Um estilo de vida sedentário provoca estagnação, má circulação e prejudica o funcionamento do sistema linfático.

6. Descanse. O seu corpo precisa de tempo para se renovar e reparar.

7. Adapte-se ao seu ambiente. O sistema nervoso comanda todas as células e tecidos.

8. Ame. Ame o seu vizinho como a si mesmo.

9. Perdoe. Perdoe os outros e perdoe-se a si mesmo.

10. Morra. Muitos tentam fugir a esta regra, mas ela é natural. Faz parte do plano.

Valorizar a sua saúde e seguir as regras permitir-lhe-á viver uma vida com significado!

 

Dr. Myles Starkman

drmyles@oasisdoc.com

305.374.5866


Translate »